domingo, 31 de maio de 2015

Biscoitinho de Aveia e Farinha de Castanha

Eu fiz um leite de castanha-do-pará e para aproveitar o farelo que sobrou fiz esses biscoitinhos que ficaram deliciosos.

Biscoito integral de aveia e farinha de castanhas

O que utilizamos:

- 1 xícara de chá de farinha de trigo integral;
- 1 xícara de chá de aveia em flocos;
- 1 xícara de chá de farinha de castanha-do-pará;


- 1/2 xícara de chá de manteiga;
- 1/2 xícara de açúcar mascavo;
- 2 ovos;
- 3 colheres de sopa de castanhas picadas.


Como fizemos:

Pegamos um punhado de nozes, outro de castanha-de-caju e outro de castanha-do-pará, picamos com um socador e reservamos.


Misturamos todos os ingrediente até a massa ficar consistente.


Modelamos os biscoitos (usamos cortadores nos formatos de coração e borboleta).



 Colocamos em uma assadeira untada



e levamos ao forno médio por 10 minutos e pronto! Já temos o lanche para levar para a escola.

Biscoito Integral de Aveia e farinha de castanhas




sábado, 30 de maio de 2015

BC A Semana 68 - Xô Preguiça


Essa semana começou com pinta de preguiça, de problemas, pendências e com cara de que seria uma semana igual e rotineira. Mas como o clima e a cor dos nossos dias dependem de como escolhemos nos sentir e agir, escolhi que a minha semana seria colorida, com novidades, as pendências seriam resolvidas e os problemas, no mínimo, seriam encaminhados.

E assim passei na Praia do Leme para um mergulho renovador.


Escolhi fazer as minhas caminhadas diárias por trilhas diferentes, com muito contato com a natureza e vistas deslumbrantes. Caminhei até o Forte do Leme  e contei desse passeio lindíssimo, ótimo para fazer com as crianças, AQUI.


Escolhi um dia da semana para tomar um café da manhã fora e na companhia de uma amiga. Assim já comecei o dia quebrando a rotina.  


Ainda no clima de fazer das minhas caminhas um passeio turístico, fiz a trilha do Morro da Babilônia e me surpreendi muito positivamente com tudo o que vi. Vou contar no blog!


Fiz uma ginástica com os horários de alguns compromissos e não precisei faltar a minha aula de pintura. Ainda bem, porque olha o que eu perderia?! Comemoração do aniversário da professora com torta alemã deliciosa e muita animação.


Terminei o minigaveteiro para o quarto da Sofia e me senti muito satisfeita e orgulhosa.


Mais uma vez organizei os horários, deleguei algumas atividades e fui ao encontro com as amigas blogueiras. Foi ótimo!


Me organizar, intercalar as atividades para resolver os problemas e pendências com atividades prazerosas, buscar quebrar a rotina e fazer coisas diferentes, caminhar junto à natureza, me movimentar e estar próxima de pessoas positivas me ajudou muito a  mudar meu estado de preguiça, desânimo e tensão para um estado de disposição, ânimo, alegria e vontade de fazer acontecer. E o resultado foi metas atingidas com sorriso no rosto.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva "A Semana" proposta pela Fernanda Reali. Passe lá para ver como foi a semana das outras amigas participantes. Essa blogagem é um estímulo a aproveitarmos mais as nossas semanas.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

11 Livros para meninas de 10 anos


A Sofia vai fazer 10 anos no próximo mês e eu resolvi dar uma organizada nos livros, deixando mais ao alcance os livros que a Ana Luiza leu e gostou quando estava com a mesma idade.

- O Livro das Garotas Audaciosas - Este nós ganhamos eu uma ação que fiz no blog junto com a Band-Aid e a nossa história "Por que criança adora Band-Aid?" foi premiada. Contei neste post AQUI.

O livro que é dividido em sessões com assuntos interessantes e bem-variados como, tutoriais, guia de viagens, vocabulário básico de outros idiomas, chama a atenção não só de meninas, mas também de meninos e pessoas de todas as idades. Traz dicas de brincadeiras para uma festa do pijama até como assobiar com os dois dedos.

A Ana Luiza gostou tanto do presente que acabou querendo mais e compramos. 

- O Maravilhoso Livro das Meninas - Também traz dicas interessantes, ideias estimulantes, situações criativas como criar a própria peça de teatro, como fazer uma festa de aniversário bem legal, truques de culinária, customização de roupas e muito mais. E ainda tem a parte das "Dicas Valiosas" que valem a leitura como:
"Ser legal é uma condição relacionada à essência de cada um. Se você conhece alguém que use um corte de cabelo incomum e sapatos ou roupas diferentes, talvez esteja diante de alguém verdadeiro - e, provavelmente muito legal."
É mais um livro recheado de coisas típicas de meninas para todas as idades.


- Coleção Judy Moody - Foi inspirada em uma das histórias da Judy Moody e seu irmão que fizemos a nossa e que nos levou a ganhar o "O Livro das Garotas Audaciosas".

Os livros da coleção contam histórias leves, divertidas e de fácil leitura que são um ótimo estímulo ao gosto pela leitura. Judy Moody é uma menina espevitada e temperamental que tem o cabelo todo bagunçado. Junto com vários personagens, entre amigos de escola e a família, a protagonista vive experiências que abordam assuntos importantes de escola, como meio ambiente, por exemplo.



- Coleção Go Girl - Essa coleção foi a paixão da Ana Luiza por muito tempo. Ela simplesmente devorava cada aventura típica de meninas pré-adolescente. Os livros possuem imagens e as histórias não são muito longas. E ainda tem os livros que têm a mesma história contada pelo ponto de vista de duas personagens, são da série "toda história tem dois lados". Já falei dos livros Go Girl neste post AQUI. Como a leitura é bem fácil, pode ser iniciada antes dos 10 anos.



- Livros da Pilar - São ótimos e estimulantes. É muito bom viajar nas aventuras da menina Pilar que é muito corajosa, adora conhecer o mundo e mostrar a cultura dos locais visitados através de suas histórias. Além de incentivar a leitura, os livros estimulam a curiosidade por conhecer novos lugares e a vontade de escrever as próprias aventuras de viagens. Além do "Caderno de Viagem da Pilar" e "Diário de Pilar na Amazônia",


podemos encontrar os diários de Pilar na Grécia, em Machu Pichu e no Egito.


- Clarice Bean - Os livros contam as histórias de Clarice Bean, uma menina de 11 anos que está na 5ª série e ama os livros de Ruby Redford.

No livro "Clarice Bean tem um problema" a protagonista está preocupada em aprender corretamente a grafia das palavras, pois ela sabe que não é lá muito boa nisso. Mas Clarice dedica-se com afinco ao estudo das palavras, consultando regularmente o dicionário.

A sinopse do livro "Clarice Bean, não olhe agora!" dá uma ideia do tipo de aventura que a menina experimenta. "Clarice Bean descobre, na marra, que as piores preocupações são aquelas que nunca tinham passado pela cabeça dela. Enquanto ela se preocupava com o infinito, com o sentido da vida e com uma maneira de evitar que o Miguel, seu irmão mais novo, comesse todos os biscoitos de chocolate da casa, coisas ab-so-lu-ta-men-te mais perturbadoras estavam por acontecer... Tipo assim: depois que o teto da casa dela desabou, surpresas inimagináveis envolvendo sua família e amigos começaram a despencar também. Coisas que nem mesmo os incríveis conselhos da espiã-mirim Ruby Redfort poderiam resolver. Como será que Clarice Bean vai enfrentar essa barra?".


- Coleção Querido Diário Otário -  A menina Jamie Kelly que tem 12 anos, mora com a mãe, uma péssima cozinheira, com o pai e seu cachorro Fedido, um Beagle meio pulguento, e escreve um diário por mês. Nestes diários ela conta suas histórias na escola, com a amiga Isabela, e a Angelina, uma menina loira e bonita que Jamie odeia.

Os livros têm todos os ingredientes que as meninas adoram. Falei da coleção neste post AQUI.



- Como Sobreviver em Família - O livro de Catherine Mathelin e Bernadette Costa-Paredes aborda os temas familiares em uma linguagem bem-humorada, mostra o ponto de vista da criança e dá dicas de como a própria criança pode facilitar as coisas e traz dicas legais.

A Ana Luiza recorreu várias vezes ao livro e resolvemos algumas situações familiares de forma bem divertida. Falei do livro neste post AQUI.


- Coleção Pipi Meialonga - Esses são clássicos! Eu li Pipi Meialonga quando tinha esta idade (10 anos) e fiquei encantada com as aventuras da menina de nove anos órfã, que mora em uma casa na chamada Vila Vilekula com o macaco Sr. Nilson e seu cavalo. Pipi é uma menina que se vira sozinha, arruma a casa, é esperta, dinâmica e muito forte. Pipi encanta e emociona.

Livros da Pipimeilonga

- Diário de Uma Garota Nada Popular - Nessa séria a protagonista Nikki é uma menina normal como todas. Nada de garotas fantásticas, heroínas, meninas sem graça que se transformam em populares. Nikki tem uma família carinhosa, uma irmã que perturba o tempo todo, duas melhores amigas, uma amiga invejosa e um amor não correspondido.

E o volume "Tudo sobre mim" é no estilo interativo em que a criança vai preenchendo as informações diariamente.

Livro Diário de uma garota nada popular


Coisas Que Toda Garota Deve Saber - livro de Samantha Rugen enfoca de forma bem-humorada questões relacionadas à estética como cabelos, pele, tipo de corpo, estilo de roupa, maquiagem. Tudo o que interessa a uma teen. Os pré-adolescentes têm muitas curiosidades e dúvidas sobre as mudanças que ocorrem em seus corpos e sobre o comportamento do sexo oposto. E este livro traz ótimas respostas. 

Eu li com a Ana Luiza por indicação da psicóloga na época e o mais interessante foi o questionário que tem no final do livro sobre autoconfiança. Esse nos possibilitou maior troca e pude perceber como a Ana Luiza está se sentindo. Gostei muito do resultado.

Livro Coisas que Todo Garoto deve saber
Imagem obtida AQUI.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Forte do Leme - Turistando no Rio


O Forte Duque de Caxias que já foi o Forte da Vigia, Forte da Espia e Forte do Leme, continua sendo mais conhecido como Forte do Leme, fica no alto da pedra do Leme. Bem ali no topo onde se vê a bandeira do Brasil.

Praia do Leme

Fazer a visitação ao Forte e apreciar a vista espetacular que se tem lá de cima é um passeio ótimo, divertido, cheio de história, aprendizado sobre o reflorestamento e contato com a natureza. Apesar disso é um passeio que poucos fazem.

O acesso ao Forte do Leme é pela Praça Almirante Júlio de Noronha no final da Avenida Atlântica. Chegando na praça fica fácil avistar o Centro de Estudos do Exército. Junto ao portão de entrada há uma bilheteria onde adquirimos o ingresso, que atualmente custa R$4,00 com gratuidade às terças-feiras. 

Forte do Leme


Seguindo a sinalização facilmente chegamos à trilha de subida, que na verdade é uma estradinha de paralelepípedos bem arborizada. 

Trilha do Forte do Leme

São 800 metros de subida, mas é tranquilo. Durante o caminho, que é em uma área de Proteção Ambiental, temos vários motivos para fazer uma pausa e aproveitar para descansar. Existem placas explicando sobre a fauna da região, vários animais silvestres, como borboletas, pássaros, lagartos e muitos micos.

Forte Duque de Caxias no Leme

Esculturas da Via Crucis, visual do Pão de Açúcar e do mar, e alguns bancos pra quem precisar.

Forte do Leme

As crianças tiram de letra e mesmo com todas as paradas para muitas fotos demoramos apenas 40 minutos para chegar ao forte.

Forte do Leme

Logo na chegada a vista no jardim já é incrível, podemos apreciar vários pontos turísticos da cidade 

Forte do Leme


como a Praia de Copacabana, o Corcovado, o Pão de Açúcar, a Baía de Guanabara, a Pedra da Gávea,

Forte do Leme

e até o Forte de Copacabana.

Forte do Leme

Mas não gastem todas as suas fotos por ali porque na parte mais alta da fortaleza o cenário consegue ser ainda mais deslumbrante.

Ao visitar as dependências do Forte conhecemos a história do reflorestamento da área.

Forte do Leme

Além de passear por dentro das instalações do Forte com canhões, inclusive os canhões Krupp de 280 mm, antigos aparelhos de medição, a estação de força, o centro de controle e o paiol de munição.

Forte do Leme

E é na cobertura do Forte que está o melhor do passeio.

Forte do Leme

Uma área bem ampla que possibilita uma vista de 360º da Zona Sul da cidade,

Forte do Leme

e para ajudar a nossa contemplação há duas lunetas à disposição para os visitantes observarem a paisagem com mais detalhes.

Uma direcionada para o mar, Pão de Açúcar e Copacabana.

Forte do Leme

Nesta foto estou mirando o Forte de Copacabana.

Forte do Leme


E outra no sentido Cristo Redentor, Pedra da Gávea, Morro Dois Irmãos e Copacabana.

Forte do Leme


A tranquilidade diante de tanta beleza é tão grande que eu até relaxei para me preparar para a descida.

Forte do Leme

Mas antes de ir embora aproveitei um pouco mais a vista.

Forte do Leme

Para o passeio ficar completo, depois dessa caminhada toda, nada como um mergulho na Praia do Leme com água cristalina e calma.




O Forte funciona de terça a domingo das 9h30 às 16h30 e no horário de verão, das 8h30 às 17h30. Não é permitido caminhar sem camisa na trilha nem conduzir bebidas alcóolicas.

Praticamente todos os moradores da cidade e todo turista que vem ao Rio conhece o Forte de Copacabana que fica na outra extremidade da Praia de Copacabana (que é maior, de mais fácil acesso, com uma vista lindíssima, tem museu, e o conhecido café da manhã na Colombo), já o Forte do Leme é um passeio muito interessante, que poucos fazem e indicam. Então fica aqui a dica!

Mais informações podem ser encontradas no site do Forte.

Findi 21 de 2015 - Lazer em casa

Neste final de semana a Sofia teve passeio na escola, foram fazer o percurso do Rio dos Escravizados que eu contei neste post AQUI. Já a Ana Luiza teve um churrasco na casa de uma amiga. Esses eventos foram suficientes para elas quererem passar o resto do final de semana em casa.

Eu gosto muito de passear, sair, ver o movimento da rua, presenciar as coisas que acontecem na cidade. Mas acho muito importante também gostar de estar em casa. sentir prazer em fazer atividades simples dentro de casa, como ver filmes, preparar comidas, pintar, ler, receber amigos, etc.

E foi isso que fizemos.

Fui à feira trazer produtos frescos e gostei de uma barraca nova com capas para almofadas. Bom, gostei, mas não comprei. Na volta, eu preparei as folhas para a semana toda (lavei, sequei e guardei no tupperware. A Sofia se animou e quis fazer uma experiência de colorir as folhas de alface, assim como ela já fez com as flores (contei no post "Colorindo as Flores"), colocando-as em copos de água com corante alimentício para ver a alteração da cor. As alfaces até ficaram coloridas, ms ficaram murchas.


A Sofia recebeu uma amiga aqui em casa e patinaram no play, pintaram, desceram para um festinha de aniversário no prédio e jogaram vôlei.


Eu também fui à festa e adorei o tema "Construir um mundo melhor". Cada centro de mesa trazia uma frase bem interessante como essas duas, por exemplo:

- "Ser homem é ser responsável. É sentir que colabora na construção do mundo." - Antoine de Saint-Exupery.


- "Conseguir que as gerações futuras sejam mais felizes que a nossa, será o maior prêmio a que se possa aspirar. Não haverá valor incomparável ao cumprimento dessa grande missão, que consiste em preparar para a humanidade futura um mundo melhor." - Logosofia.

Fizemos um almoço bem gostoso. Teve salada de folhas, broto de alfafa, tomate e queijo de coalho; um couscous marroquino integral maravilhoso preparado pela Sofia, e Ravioli de ricota com espinafre, também muito bom.


Teve cada um na sua, fazendo o que estava com vontade


Preparei um lanche da tarde bem gostoso para receber a minha amiga Simone, para uma boa conversa e muitas risadas.



Nos sentirmos bem em nossa própria casa, sentir aconchego e conforto é fundamental para nos 
sentirmos bem conosco e com o nosso estilo de vida. Estar em casa vai muito além de ter diversas atividades domésticas para fazer, estar em casa pode e deve significar também lazer e diversão. E foi isso que tivemos em nossa casa.

Este post faz parte da BC Coisinhas de Findi proposta pela Camila do blog CasaMila.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo