sexta-feira, 16 de junho de 2017

Filme "Uma Família de Dois"

Não são todos os filmes do Festival Varilux de Cinema Francês que entrarão em circuito comercial.

"Uma Família de Dois", uma comédia dramática divertida e emocionante, que faz rir e faz chorar, vai entrar em cartaz no cinemas no mês de julho. E eu vou rever! Amei. Saí da sessão já querendo entrar novamente.



"Uma Família de Dois" é a refilmagem francesa do sucesso de bilheteria mexicano "Não Aceitamos Devoluções" que eu até procurei na Net e na Netflix para rever e fazer comparações, mas não encontrei. De qualquer forma já garanto que o táxi no Sul da França é bem mais caro.






"Uma Família de Dois", na versão francesa que é bem fiel a original com alteração de alguns elementos, conta a história de Samuel (Omar Sy) um cara irresponsável, que adora uma balada, curte bastante a vida de solteiro e trabalha em um barco no Sul da França. Um belo dia, uma das muitas garotas que Sam já saiu na vida, chega de surpresa com uma bebê linda no colo, informa que ele é o pai, e cai fora. Vai ali pagar o táxi e não volta. A única informação que Samuel tem sobre Kristin (Clémence Poésy), a jovem inglesa que agora é mãe de sua filha, é que trabalha em um Pub em Londres. Samuel sabe disso através do Facebook. O cara irresponsável, que mal sabe cuidar de si, se manda para o aeroporto atrás de Kirstin para devolver-lhe a baby fofura e acaba parando em Londres. A tentativa desesperada de devolver Gloria é frustrada. Porém, em determinada situação Sam age de forma heroica para salvar Gloria, e Bernie (Antoine Bertrand), presencia a cena. Acontece que Bernie é produtor de cinema e o destino acaba mudando para o trio. Sam é contratado como dublê de filmes e séries de ação.

O tempo passa, Glória vai crescendo e ficando cada dia mais linda, Samuel vai cada dia se esforçando para seu uma pai melhor do seu jeito. A vida dos dois, ou melhor, dos três (Bernie acompanha o crescimento de Glória) é uma verdadeira aventura.

Porém, quando Glória (Gloria Colston) já está com oito, quase nove anos, a mãe retorna, entra na vida dos dois e quer recuperar o tempo perdido.


O filme mescla cenas hilárias com cenas de drama. Os cenários no Sul da França e em Londres são lindos. A casa de Sam e Glória é um sonho para toda criança. Eu fiquei babando no quarto. Não resisti, sei que isso é errado, que não se faz, mas tirei uma foto. Só uma, do quarto. Eu amei o painel com o Mapa Mundi em Lego. Eu sou louca por mapas.




Um filme leve, mas que fala sobre amor, sobre aprender a ser mãe e a ser pai com muita sensibilidade. As reflexões de Samuel no final do filme são de tocar a alma e o coração. E o Omar Sy está sensacional!


"Não há mãe perfeita, nem pai ideal. A gente faz o que pode, improvisa.". É exatamente isso que fazemos todos os dias. Improvisamos buscando o nosso melhor por puro amor.
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

5 comentários:

  1. Fiquei super curiosa. Vou acompanhar a data de lançamento.

    ResponderExcluir
  2. Ai, meu Deus! Já tô doida pra ver!! Adoro filmes assim: de rir e chorar. E a temática super me agrada! Vou assistir com certeza!

    ResponderExcluir
  3. Já anotei e vou colocar na listinha para assistir, sempre adoro suas dicas e resenhas!!!! Beijos Regina

    ResponderExcluir
  4. Chris querida
    Assisti hoje, na Cabine de imprensa da Paris e AMEI!!!!
    Muito bacana seu post
    Também recomendo muito este filme.
    Precisamos conversar sobre ele :)
    E tbe babei no quarto da Gloria! Quero uma casa daquela pra mim!
    Adoro o Omar Sy.
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  5. Adorei a dica do filme, e fiquei com vontade de assistir

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo